As aventuras da Cyan na Feira da Ladra

Este sábado pareceu-me a mim o primeiro dia de Primavera que conheci. Odeio o frio, o cinzento, a chuva… A única coisa que gosto no Inverno é de ver o verde de monsanto. Hoje quando me pus a caminho da oficina vinha um bocado desmotivada. Havia trânsito, não havia lugar para o carro e a Feira estava caótica. Foi preciso estacionar bem longe para me lembrar que feira caótica= muitos clientes! Abri um sorriso e lá fui. Deu logo para perceber que o espaço e aquelas pessoas todas estavam a emanar uma energia muito boa (logo eu a dizer isto, que nem sou dessas coisas de energias!). À frente da oficina estavam alguns (novos) feirantes – isto porque os antigos já sabem que não podem pôr as coisas lá à frente – que sairam logo sem grande alarido. Não tinha a certeza se ela ia poder ir ajudar-me ou não, mas tinha esperança que a Catarina Salavisa aparecesse e também que trouxesse peças novas. Assim foi. Para além de trazer com ela o Sol, trouxe peças novas (lindas!), vontade de trabalhar, e uma alegria que mudou logo o meu mood. É tão bom ter alguém a trabalhar no mesmo espaço que nós! Durante uma meia hora entraram algumas – poucas – pessoas, mas de repente começaram a aparecer os clientes que me têm visitado nestas últimas semanas, e cujo alento me tem dado força para ir para a frente com este projecto. Quando dei por mim, tinham passado várias horas, as prateleiras estavam mais vazias, o caderno com mais encomendas e ainda tive tempo para fazer uma peça (que ainda vai precisar de ser acabada) à medida para uma cliente especial (obrigada Rita!A asa está quase curada). Uns bem-dispostos foram-se pôr lá à frente da loja da Isabel – My Crafty Closet – a tocar Jazz, coisa que levou os turistas à loucura e deu um toque muito Camden à nossa Feira. Fui almoçar à esplanada lá ao lado ao som do Jack Johnson que saía de um carro lá estacionado (o som, não o Jack) e pensei “acabou o Inverno”.

Chegou o final da tarde mas não sem antes convencer a minha mãe e o meu namorado a ajudarem-me a lixar peças de resina para uns pendentes primaveris que daqui por um mês devem estar na montra…Tudo para eles concluirem que lixar é chato e difícil e desgastante (e eu a pensar “que fariam eles se trabalhassem em prata!!”). Ainda assim, uns já ficaram feitos! O meu amigo Gustavo fez mais uns furos para pôr as gavetas nos armários e eu mais umas coisas que poderão ver na oficina já na próxima terça feira… Hoje foi um dia perfeito! (ok, só faltou a Braza – a minha cadela)

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

3 respostas a As aventuras da Cyan na Feira da Ladra

  1. Eu sabia que eras TU!!!! =D
    Tenho de ir aí visitar-te!… *

  2. Xi, rapariga, estás tão diferente! Tive que ver as fotografias todas do teu blog para confirmar se eras mesmo tu! Quando apareces?

  3. estás igual caraças!
    a próxima vez que passar por lisboa, vou até aí*

    que saudades😀

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s