São Martinho em Santa Clara

Desde a inauguração da Cyan que fiquei com a sensação de que seria bom conseguir organizar uma festa de vez em quando. Não falo de vendas – nesse dia nem foram famosas – mas sim de encontros. Não pude deixar de ficar surpreendida com a quantidade de pessoas que vieram. Eu convidei-as, é verdade, mas de alguma forma pensei até à última que teriam coisas mais importantes, ou mais…interessantes. Não sei. Depois desse dia, percebi: o impacto que a Cyan teve na minha vida, criou “ondas” à minha volta…Tocou outras pessoas. Foi tão bom ver isso! Aos sábados também tenho confirmado: recebo visitas de pessoas que não vejo, nem falo há muitos anos, e que na verdade nem sabia se elas se lembrariam de mim…Mas graças ao poderoso Facebook tudo se sabe e então lá vou percebendo que ao longe têm acompanhado a Cyan, e a mim, e que foram ficando com curiosidade. Penso que o mesmo tenha acontecido aos outros ateliers e loja do Mercado de Santa Clara. Falámos uns com os outros e resolvemos fazer uma festa. Uma festa que celebre tudo o que já vivemos até agora, que chegue até mais pessoas e que…o que ainda não tinha acontecido, promova o Mercado como um todo. É que ainda que vos pareça que trabalho sozinha, todos os dias vou à Sara (Guerreiro, da Amasso) e à Isabel (Tomás, dos Amores de Tóquio) saber se não querem fazer uma pausa, à Carmo (Paes de Vasconcellos, das Marias com Chocolate) contar qualquer coisa que aconteceu no dia…Elas são as minha colegas de trabalho. E gostava de vos mostrar a “big picture” da aventura Cyan. Aliás, outra coisa que fazia sentido acontecer, mas que por uma questão prática ainda não existia, era a união das lojas novas às “antigas”: antiquários, lojas de coleccionadores, vintage, etc. Todos estamos nesta mesma aventura!

Olhando com franqueza para o barco em que estamos todos, devemos ser doidos. Fomos invadidos pelos chineses, tudo se faz barato, em série. Até o design Muji ou Ada (e sim, sou obcecada por design japonês e por aquários da Ada) é todo feito na China. Mas há em Santa Clara um grupinho de pessoas que defende o que é único. Quer do lado dos coleccionadores, quer do dos ateliers, todos achamos que vale a pena lutar por coisas às quais nos sentimos ligados. E vamos mostrar-vos isto numa festa que estamos a organizar!

Quando nos sentámos e decidimos que queríamos fazer algo para nos mostrar como únicos, o São Martinho ocorreu-nos logo. É uma festa sobre partilha, sobre reconhecimento…E tem cores quentes no Inverno frio, tem um tom familiar e “cosy”. Espero que tudo isto – que é o nosso espírito – passe, e que estejam todos presentes na noite de dia 10 de Novembro, quando Santa Clara recebe o São Martinho!

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s