Saídinho de fresco na newsletter da Lifecooler! Podem (e devem) partilhar!!!

Nova vida em Santa Clara

Mercado alternativo

Céu Coutinho

Ao longo do último ano, o Mercado de Santa Clara (o mais antigo dos mercados cobertos lisboetas), ganhou um novo fôlego. Exposições, workshops e a abertura de ateliers, lojas e oficinas de novos criadores, vieram dinamizar um lugar com uma vizinhança de fazer inveja. Mesmo em frente, estende-se o Jardim Botto Machado, também renovado, com uma esplanada e vista para o rio quase secretas. E mesmo ali ao pé, ainda tem o Panteão Nacional e o Campo de Santa Clara, onde às terças e sábados há Feira da Ladra. Claramente, um lugar a redescobrir.

Na loja 20 do mercado mora o inquilino mais recente, a Portugal Modernista, inaugurada dia 1 de Abril. Inspirada nos modernistas portugueses, como Almada Negreiros, Amadeo de Sousa Cardoso, Santa Rita Pintor ou Fernando Pessoa, é uma marca de merchandising exclusivo, criado por Paulo Sousa da 8551120. Com logotipo inspirado no livro de Almada Negreiros, K4 O Quadrado Azul, vende azulejos, t-shirts, canecas, postais, pins, blocos, etc.

Os modernistas chegaram agora mas foi há já um ano que a face mais alternativa do mercado começou a ganhar forma. Aos alfarrabistas e antiquários aqui existentes (em consonância com a Feira da Ladra) vieram juntar-se projectos de autor, inovadores, na linha do artesanato urbano. My Crafty Closet foi o pioneiro. É o atelier de moda de Isabel Tomás, criadora das marcas hiper femininas Amores de Tóquio e Piquenique das Bonecas.

A partir daí, sucederam-se as aberturas e o universo artístico-criativo alargou-se. Hoje encontra-se já um pouco de tudo. Na loja 17 mora a Cyan, Oficina de Joalharia Contemporânea, de Maria Ana Peres.

Para além de poder encomendar uma jóia única e exclusiva, pode também assistir ao vivo à elaboração de uma peça e participar em aulas e workshops de joalharia. A cerâmica tradicional portuguesa tem lugar cativo na Arte do Fogo. Que não vai ficar sozinha pois ainda este mês, a conceituada ceramista Sara Guerreiro irá também inaugurar aqui o seu atelier.

No Atelier da Ladra, uma galeria de arte / loja de decoração com antiguidades, restauram-se móveis antigos e encontram-se peças exclusivas.

Os gulosos vão direitinhos para As Marias com Chocolate, o cantinho mais doce do mercado onde tudo é caseiro e de produção própria, dos bombons, bolos e bolachas, aos macarons e gomas. Todos os espaços funcionam das 11h às 18h, mas às terças e sábados, por causa da Feira da Ladra, o horário é mais alargado.

Jardim com esplanada  em frente ao mercado, estende-se o jardim e miradouro Botto Machado, reaberto no Verão de 2009, totalmente renovado após obras de requalificação. Bonito e sossegado, com vegetação frondosa e uma vista lindíssima para o Tejo, tem um parque infantil e o quiosque-esplanada Clara Clara. Estrategicamente localizada, protegida pelas copas das árvores e com vista para o rio, é boa de Verão e de Inverno. Serve refeições ligeiras, vinho a copo, chá com scones e brunch. Tem wi-fi grátis e por vezes organiza pequenos concertos. Funciona todos os dias das 10h às 19h. E assim se programa um dia diferente e bem recheado, numa zona da cidade afinal pouco conhecida. Se for terça ou sábado, tanto melhor. De manhãzinha cedo, visite a Feira da Ladra. A seguir, descubra as novas lojas do mercado. Por fim, descanse esplendidamente no jardim a ver o Tejo. Tudo por obra e graça de Santa Clara.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s